AMSV apoia a Campanha Maio Amarelo e defende um trânsito mais seguro

 

Com o tema “No trânsito, o sentido é a vida”, o Maio Amarelo desse ano quer, mais uma vez, chamar a atenção de todos para a importância de um trânsito mais seguro, menos violento e mais humano.

 

Em sua sexta edição, a Campanha utiliza peças publicitárias protagonizadas por crianças, sob a assinatura “#ME OUÇA” e busca incentivar os adultos a ouvirem os conselhos dos mais jovens e a refletirem sobre o comportamento nas vias.

 

Em todo o estado estão programadas ações educativas de trânsito durante o mês, com a proposta de despertar na sociedade a consciência para a questão da segurança viária.

 

A AMSV apoia o Movimento e destaca a importância da inspeção veicular como aliada de um trânsito mais seguro para todos, com menos riscos de acidentes. A inspeção veicular é ferramenta utilizada em diversos países para garantir a manutenção da frota, reduzindo as probabilidades de falhas mecânicas nos veículos.

 

O diretor executivo da Associação Mineira de Segurança Veicular (AMSV), Daniel Bassoli, destaca que a Campanha é de vital importância para a conscientização da sociedade em relação aos perigos do trânsito e para, assim, fazer sua parte, mudar de atitude  e também cobrar das autoridades ações para diminuir os acidentes, como a intensificação das fiscalizações, melhorias das vias e implantação do programa de inspeção veicular para toda a frota de veículos, conforme determina o artigo 104 do código de trânsito brasileiro.

 

Com mais prudência, tolerância, veículos inspecionados e respeito às leis de trânsito, com certeza os acidentes – e as tragédias decorrentes deles – podem ser minimizados.

 

Números

A ONU fala em poupar 5 milhões de vidas até 2020. De acordo com a campanha, 3 mil mortes são registradas todos os dias em ruas e estradas mundo afora – representando um custo de us$ 518 bilhões por ano.

Ainda segundo a organização, caso não sejam adotadas ações efetivas, é possível que em 2020 seja alcançada a marca de 1,9 milhão de mortes – número que subirá para 2,4 milhões em 2030. Serão, segundo as estimativas, de 20 a 30 milhões de pessoas feridas por acidentes.

Aqui no Brasil, o custo anual com acidentes pode representar mais de R$40 bilhões, segundo o IPEA.

 

 

 

 O Movimento

O Movimento Maio Amarelo nasceu com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. No Brasil, o Movimento ganhou forma a partir de 2014 e conta com a participação de órgãos públicos, empresas privadas e membros da sociedade civil pela redução de acidentes nas vias do país que, segundo a OMS, é o quarto em número de mortes por acidente de trânsito no mundo.

 

Por que maio?

Em maio de 2011, a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito, com base em um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente em 178 países. Por isso, o mês de maio se tornou referência mundial para as ações que visam reduzir o número de vítimas no trânsito.

 

Por que amarelo?

O amarelo simboliza atenção e também a sinalização de advertência no trânsito Desta forma, o Maio Amarelo tem como objetivo chamar a atenção de motoristas, passageiros, pedestres e ciclistas sobre os impactos sociais, emocionais e econômicos, resultados dos acidentes de trânsito, para assim mudar atitudes.

 

Topo