VEÍCULOS RECUPERADOS DE SINISTRO, MESMO SEM CONDIÇÕES DE REPAROS, AINDA CIRCULAM LIVREMENTE PELAS RUAS

 

 

Ao comprar um carro o consumidor tem que estar atento, para não ser passado para trás e levar um veículo que não é exatamente o que parece. Atraídos por preços mais baixos, compradores acabam tendo prejuízos e muita dor de cabeça ao descobrirem que levaram um carro com problemas.

 

Muitas vezes, veículos sem condições de circulação, após terem sido recuperados indevidamente, retornam às ruas sem qualquer controle das autoridades de trânsito, colocando todos em risco.

 

A Federação Nacional da Inspeção Veicular – Fenive – enviou recentemente ao Departamento Nacional de Trânsito – Denatran – propostas para solucionar estas questões, através de desenvolvimento de ferramentas sistêmicas, automatizando processos e aprimorando os procedimentos atuais.

 

Agora é preciso cobrar respostas rápidas e eficazes do órgão de trânsito, para a segurança veicular e pelo respeito ao dinheiro do cidadão.

 

O diretor executivo da AMSV e da FENIVE, Daniel Bassoli, acredita que “só com a automatização dos processos será possível evitar os muitos problemas trazidos pela circulação de veículos sinistrados recuperados de forma incorreta e insegura. É preciso agir com rapidez e responsabilidade”, afirma.

 

 

 

 

 

Topo