Maio Amarelo 2021 pede respeito e responsabilidade no trânsito

A campanha 2021 do Movimento Maio Amarelo, que começa amanhã, vai trazer a reflexão sobre atitudes que tem faltado nos últimos tempos em diversos ambientes de convivência: o respeito e a responsabilidade.

 

A empatia é a mensagem principal da campanha desse ano, com o lema: não faça aos outros o que você não quer que alguém faça a você!

 

De acordo com os organizadores, “a campanha de 2021 reflete bem toda nossa atual vivência no trânsito: muita impaciência e intolerância. É preciso parar e refletir como o trânsito representa o nosso atual estado de espírito. Por isso, o Maio Amarelo quer fazer pensar: será que é preciso ser assim?”.

 

Perdas

 

1,35 milhão de pessoas perdem a vida a cada ano no mundo todo em acidentes de trânsito. Os números foram atualizados, ano passado, na 3ª Conferência Global de Segurança Viária, promovida pela ONU/OMS, realizada na Suécia.

 

No Brasil, o último dado de mortes, disponibilizado pelo Ministério da Saúde e compilado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, registrou em 2019, 31.945 vidas perdidas. Esse é o número mais baixo desde 2001, mas ainda não é suficiente.

 

Vários são os fatores que estão fazendo o total de mortes por sinistros de trânsito diminuírem ano após ano no Brasil. Entre eles, o Maio Amarelo, que tem contado com a mobilização da sociedade durante o mês de maio. É preciso continuar as ações de forma efetiva e contínua.

 

Engajamento

 

Por isso, é tão importante que o engajamento continue, mesmo nesse ano, quando as ações deverão ficar dentro do ambiente virtual. Por isso, é tão fundamental angariar mais parceiros para a causa, afinal, enquanto apenas um pedestre, ciclista, motorista, passageiro ou motociclista estiver desrespeitando as regras, todos nós estaremos em risco.

 

A AMSV

 

A Associação Mineira da Segurança Veicular (AMSV) apóia a Campanha Maio Amarelo desde a sua criação. Para Daniel Bassoli, Diretor Executivo da Associação, “Um trânsito seguro é um direito de todos, mas cada um deve fazer a sua parte, dirigindo com responsabilidade, realizando as manutenções no veículo, respeitando os outros.”

 

Através da FENIVE – Federação Nacional da Inspeção Veicular, a AMSV contribui com o grupo de trabalho capitaneado pelo Denatran para revisar o PNATRANS – Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito – no seu pilar 3 – Segurança veicular. O plano, com os seus diversos pilares, tem como objetivo reduzir o número de mortes pela metade em dez anos.

 

O Movimento

 

O Movimento Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito. O trânsito deve ser seguro para todos em qualquer situação. A proposta é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

 

O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias.

 

Maio

 

Em 11 de maio de 2011, a ONU decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Com isso, o mês de maio se tornou referência mundial para balanço das ações que o mundo inteiro realiza.

 

Amarelo

 

O amarelo simboliza atenção e também a sinalização e advertência no trânsito.

 

 

 

Topo